Assista Uma Aula Gratuita do Curso Interpretação Bíblica

Quero Assistir...

CURE a DEPRESSÃO através da Palavra de Deus

Para ser um cristão que segue a palavra de Deus é preciso Ler a Bíblia. Isso reque esforço, estudo.

Assista Uma Aula Gratuita do Curso Interpretação Bíblica

Compartilhe agora mesmo:

Se você vive como se uma “arma” estivesse sendo apontada para você, e essa arma se chada DEPRESSÃO, está na hora de começarmos a virar o jogo e apontar a arma de volta para o inimigo! Nesse artigo iremos da dicas de como se curar da depressão entretanto, precisaremos que você seja ativo quando a depressão vier contra você.

A depressão é um aviso de que as coisas estão ruins e que não vamos suportá-las enquanto elas continuarem dessa maneira. Ouvi dizer que o suicídio não é um clamor pela morte, mas um clamor pela vida. O suicida quer viver, mas ele considera que aquilo que ele está vivendo não é vida.
Pode ser que o motivo de sua depressão seja que você está lutando contra Deus, porque você tem um sonho para sua vida e Ele tem outro.

Mas Ele conhece o que nos traz verdadeira satisfação, porque Ele nos criou para cumprir uma missão. É isso que preenche, sacia e dá gosto à nossa vida. Nem a realização de nossos sonhos pode trazer mais alegria do que o centro da vontade de Deus.

Se você está vivendo esse descompasso entre sua vida e sua realidade, busque a Deus e peça que Ele lhe revele qual o Seu propósito para você. Renda-se ao Seu plano. Deus irá lhe tirar da zona de conforto, mas Ele traz uma alegria indizível como recompensa. Sem contar na realização que você sentirá quando vir o resultado da colheita e certamente você entenderá como se curar da depressão

É muito mais prazeroso edificar algo do que apenas cumprir tarefas. Enquanto relutamos por abdicar o controle de nossas vidas e fazer o que Deus nos chamou para fazer, viveremos miseráveis até chegarmos ao nosso limite. Às vezes, precisamos estar bastante infelizes fora da vontade de Deus para estarmos dispostos a abandonar tudo e segui-lo. É quando encontramos a satisfação plena. 

Antes de começarmos a ler essas maravilhosas dicas quero lhe apresentar dois artigos muito interessante que publicamos em nosso blog, o primeiro é Como Interpretar a Bíblia de forma clara e objetiva e o segundo é Como Memorizar versículos Bíblicos de forma simples.

curando a depressão com a palavra de Deus

Será que a depressão é uma opressão espiritual?

Já vir varias vezes comentários de terceiros chamarem pessoas com sintomas de depressão de preguiçosas por estarem deprimidas. Mas o deprimido é o oposto do preguiçoso.

O preguiçoso sabe o que devia fazer e toma a decisão de não fazê-lo. O deprimido não sabe o que devia fazer e por isso, sua mente corre a mil por hora. A mente deprimida não encontra sossego até alcançar uma resposta. 
Quando passei por essa situação, bastava uns minutos após acordar e eu já me sentia cansada. Quando pensava em todas as decisões importantes que precisava tomar, mas não conseguia chegar a nenhuma solução, ficava esgotada.

Eu queria que o dia passasse logo para que eu voltasse a dormir. Quando a noite chegava, eu descobria que não tinha feito nada o dia inteiro. Então, desejava que a manhã chegasse rápido para que eu pudesse fazer alguma coisa. Mas quando a manhã chegava, não sabia o que fazer! 
Recentemente, descobri o seguinte versículo da Bíblia:

“Pela manhã dirás: Ah! Quem me dera ver a noite! E, à noitinha, dirás: Ah! Quem me dera ver a manhã!”

Deuteronômio 28

Isso pelo pavor que sentirás no coração e pelo espetáculo que terás diante dos olhos.” Esse versículo está em , o capítulo das maldições!

Quem está com depressão está debaixo de maldição. Mas se acalme! Não precisa correr para fazer uma corrente, pedir imposição de mãos ou algo do tipo. Maldição significa que existe uma opressão sobre alguém. Nem preciso dizer para um deprimido que ele está debaixo de opressão, porque ele já sente esse peso todos os dias!

Só mencionei que a depressão está ligada à maldição para que você entenda que é preciso tratá-la espiritualmente. 
Ainda que o deprimido não seja preguiçoso, a passividade municia a depressão. Passividade significa aceitar a condição de depressão sem lutar. É deixar ser levado pela correnteza da vida. Não é preciso esforço para desistir, mas sim para prosseguir!

Para vencer a depressão, é preciso tomar iniciativa. Aposto que você deve estar dizendo: “Mas eu estou deprimido! Não consigo tomar iniciativa!” Iniciativa não é arrumar um emprego, arranjar um(a) namorado(a) ou fazer exercício físico para tentar minimizar os efeitos da depressão.
Iniciativa é tomar responsabilidade de sua vida para si. É tomar a decisão de não mais ser vítima de opressão. Não espere das pessoas, nem mesmo de líderes espirituais, a redenção. Proponha-se a buscar a resposta de Deus.

Ser cristão não significa ficar imune a depressão!

A primeira coisa que devemos analisar ao tratar de depressão é se suas causas são externas. Você se sente deprimido por causa das circunstâncias ao seu redor? Parece que seu mundo caiu?

Quando passei por esse período, ainda que nada de extremamente grave estivesse acontecendo comigo, parecia que as crises vinham de todos os lados: da família, da faculdade, até da Igreja. 
Às vezes, levamos um golpe e nos levantamos novamente. Mas se sofremos golpes em série, basta um pequeno sopro para nos fazer desabar. Uma má notícia não teria tanto efeito, mas uma sucessão delas ao mesmo tempo pode fazer. 

Um erro comum é achar que, depois que viramos cristãos, a vida deveria ser fácil. A doutrina da prosperidade enfatizou as bênçãos e deixou de falar sobre sacrifício, perseguição e provação. Quando somos convencidos de que o cristianismo é uma sequência de triunfos, sofrer um ataque causa depressão. 

A depressão, nesse caso, ocorre porque nos sentimos incapazes de resolver os problemas. Achamos que se nos tornarmos mais fortes, seremos capazes de suportar o impacto, apenas para reconhecer que éramos mais fracos do que achávamos que éramos no início. 
O sentimento de impotência pode nos tornar deprimidos. Chegamos ao limite de nossas forças, admitimos a derrota e desistimos de tentar. A boa notícia é que, quando tudo sai do nosso controle, Deus pode assumir a direção.

Enquanto insistirmos em reassumir o comando das circunstâncias, não deixaremos Deus agir. Deus não é um livro de auto-ajuda. Ele não diz: “vamos lá, você consegue”. Ele diz: “você é fraco, mas Eu consigo. Deixe que Eu assuma o controle, porque Eu sou forte. Não conte com sua força, conte com o Meu poder, que se aperfeiçoa na sua fraqueza”. 

João 15:16 mudou minha vida: “Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros (…)”. Não fomos nós quem escolhemos a um Deus que atendesse às nossas expectativas. Foi Deus quem nos escolheu, a despeito de frustrarmos todas as nossas expectativas e as das pessoa

Deus não nos escolheu porque éramos perfeitos. Só Ele é perfeito e capaz de nos aperfeiçoar. Enquanto dependermos de nossa força, não veremos saída, mas confiar em Deus traz alívio em meio à tribulação. 
A Bíblia chama o autoconfiante de tolo. Deixe Deus fortalecê-lo em meio às suas fraquezas. Você possui força dentro de você, mas ela não é liberada por suas ações, mas através do poder de Deus. Ser mais do que vencedor significa que, mesmo que passemos por aflições, nunca sairemos abatido.

Aviso muito importante!!!

Se você canta, toca ou tem esse sonho de tocar lindos louvores para nosso senhor deixaremos aqui dois artigos especiais: O primeiro fala de um Curso de Violão para Igrejas e o segundo fala de Um Curso de Teclado para Igrejas, vale a pena da uma olhada nos artigos.

A batalha central da depressão é na mente

A segunda causa de depressão é a mente. Nessa hipótese, tudo pode parecer bem exteriormente, mas mesmo assim, o deprimido se sente miserável.
Pode ser que algumas disfunções físicas causem depressão, como alterações nos níveis hormonais. Mas doenças físicas produzem dor, enquanto a depressão ataca violentamente com pensamentos e sentimentos de angústia. 

Nosso espírito foi salvo juntamente com Cristo, mas nossa mente ainda está em processo de transformação. A disputa entre a “mente incitada pela carne” e a “mente inspirada pelo Espírito” por si só seria motivo para nos deprimir. Essa luta entre querer fazer o bem e não ser capaz de executá-lo pode ser desanimador. 

Mas podemos escolher em qual mente operar. Dar ouvidos às mentiras de Satanás ou à verdade da Palavra de Deus é uma escolha. A Bíblia diz que o diabo vem para roubar, matar e destruir, enquanto Jesus veio para que tivéssemos vida e vida em abundância. 

Pensamentos que roubam seu futuro, dizendo-lhe que você nunca será nada, que sua vida não vai melhorar, que as coisas só vão piorar, que você não deveria ter nascido, não podem vir de Deus.

Pensamentos de morte não podem vir de Deus. Enquanto o salário do pecado é a morte, o resultado da santificação através de Jesus é a vida eterna. 

Pensamentos de auto-destruição e auto-sabotagem também não podem vir de Deus. A perda de vontade de cuidar de si mesmo, de sua casa, de seus relacionamentos, de motivação para desenvolver seus dons e talentos, não pode vir de Deus. Deus não se satisfaz com desperdício; Ele é o Deus da multiplicação!

Temos que reconhecer que todos esses pensamentos negativos têm como fonte o diabo. Satanás nos engana querendo nos convencer que esses pensamentos provêm de nossa mente, mas isso não é verdade. 
Muitas pessoas têm tomado decisões com base em mentiras. Você não quereria que uma escolha tão grave como a de tirar a própria vida fosse feita com base em um engano, certo? 

Precisamos tomar decisões conscientes. Precisamos saber o que é verdade, o que é mentira e conseguir distinguir entre elas. Antes de saber se devemos derrubar um pensamento ou mantê-lo, precisamos prová-lo. 
Eu desafio você: quando um pensamento negativo voar até sua mente, mande-o esperar. Amanhã veremos o que fazer com ele.

Combata os maus pensamentos com a Palavra de Deus

Ninguém tem como primeiro pensamento tirar a própria vida ou desistir de tudo. Os pensamentos começam pequenos, semeando dúvidas em nosso coração, nos fazendo questionar a Palavra de Deus, desacreditando aqueles que estão do nosso lado. Então, eles vão crescendo em uma velocidade impressionante. 

Se você flagrar o pensamento negativo enquanto ele é pequeno, será mais fácil rebatê-lo com o escudo da fé e destruí-lo com a espada do Espírito. Por isso, para se livrar da depressão é preciso ser proativo. Às vezes, teremos que responder ao diabo: “vá embora!”. Foi o que Jesus fez ao ser tentado por Satanás no deserto. 

A melhor maneira de se conferir a verdade é por meio do estudo da Palavra de Deus. Não se engane: apenas quando buscarmos na Bíblia, por nós mesmos, a resposta para nossos anseios, com a revelação do Espírito Santo, é que realmente aprenderemos algo. 

Livros e pregações são ótimos para esclarecer a Palavra para nós. Mas seja específico em sua busca. Às vezes, estamos lendo um livro sobre prosperidade, quando o que precisamos é ouvir quem somos em Cristo, como Deus nos ama, como alcançar o perdão de Deus. Busque material que responda a suas dúvidas e contenha ensinamentos práticos sobre como viver uma vida em Cristo.

Depois que você descobrir a verdade da Palavra de Deus para rebater as mentiras do diabo, use a confissão. Sempre que ele voltar com os mesmos pensamentos e emoções, repita as Escrituras até calá-lo.

A oração é fundamental para parar o ataque do inimigo. Desabafe seus sentimentos com Deus. Não tenha vergonha de dizer a Ele o que está sentindo. Não há questionamento que Ele não seja capaz de responder. Não derrame suas lágrimas em vão, entregue-as a Deus. Ele as recolhe em um odre e as utiliza para regar a semente que vai gerar uma frutífera colheita. 
Existem outras armas para paralisar os pensamentos do diabo. Uma delas é o louvor. Quando Satanás começar com pensamentos negativos, cante um hino. A adoração cria a atmosfera para Deus se manifestar e repele a presença do inimigo.

Outra arma é a ação de graças. Quando você começar a pensar nas coisas ruins de sua vida, desvie o foco para as coisas boas que lhe aconteceram e pelas quais você é grato. Sua perspectiva logo mudará. Uma coisa é ser grato porque há pessoas no mundo com menos que você; outra é ser grato por aquilo que Deus fez especificamente por sua vida. Isso lhe trará esperança de que Ele pode – e irá – fazer novamente.
Nos próximos três dias, veremos como homens de Deus lidaram com pensamentos e sentimentos mentirosos. 

Não tenha pena de se mesmo mas, permita que Deus lhe recompense pelo que você perdeu

Um pensamento mentiroso é a autocomiseração. Autocomiseração é a mentalidade de vítima. Ficar pensando em como você é infeliz, enquanto os outros – especialmente nas redes sociais – parecem não ter problemas, causa depressão.

A autocomiseração é perigosa, porque enquanto nos sentimos vítimas, não seremos vencedores. Enquanto você sente pena de si mesmo, continua a permitir que o mal que alguém lhe fez lhe machuque. Permita que Deus lhe recompense pelo que você sofreu. 

A autocomiseração é parente do egoísmo. Quando nos sentimos injustiçados, sentimos inveja e ciúmes dos outros. Ficamos ressentidos quando Deus lhes abençoa, porque achamos que merecíamos mais do que eles. Isso é altivez e orgulho! A satisfação está em cumprir o propósito de Deus para nossa vida, não em assistir à derrota do próximo!
Na Bíblia, temos o caso de Elias. Ele havia visto sinais e prodígios no monte Carmelo, até que Jezabel ameaçou sua vida. Não foi a ameaça que deixou Elias abalado; foi o acúmulo de oposição que ele enfrentou naqueles dias. Jezabel foi a gota d’água que fez o copo transbordar.
Elias se foi sozinho pelo deserto. Ele se deitou debaixo de uma árvore e pediu para si a morte. Ele se sentia deprimido. Um anjo veio lhe servir comida e ele vagou pelo deserto por mais quarenta dias. 
Quando finalmente chegou ao monte Horebe e Deus estava prestes a lhe dar Sua resposta, tudo o que Elias pôde dizer foi: “Senhor, eu sempre fui fiel a Ti e agora estou sendo perseguido! Os filhos de Israel, aqueles ingratos e desobedientes, derrubaram Seus altares e mataram os profetas à espada e eu fiquei sozinho nessa situação. Coitado de mim!”. 
Deus voltou a perguntar a Elias o que ele estava fazendo ali e ele novamente respondeu: “Senhor, eu sou a única pessoa temente a Deus e querem tirar minha vida!”. 

Quando estamos deprimidos, achamos que Deus não nos ouve. Porém, pode ser que nós que não estejamos conseguindo entender o que Ele está falando. Quando Deus perguntou a Elias: “que fazes aqui?”, Ele estava querendo dizer: “Elias, você veio para cá por conta própria. Você está no lugar errado. Volte para onde Eu te mandei e você verá que ainda há homens de Deus que desprezam a Baal e temem a Deus. Você pensa que é o fim da linha, mas ainda terá muito a fazer pela frente. Se você se sente sozinho, vou lhe dar um discípulo que não vai largar de seu pé, Eliseu.

Nenhuma das desgraças que você está imaginando vai acontecer.” 
Elias não morreu pelas mãos de Jezabel. Ele nem chegou a morrer! Ele foi elevado diretamente ao céu. Nada do que ele temia aconteceu. Seus pensamentos de autocomiseração quase o levaram à morte, mas Deus tinha outros planos!

Procure não se isolar, procure seus familiares e amigos

Há aqueles que se sentem solitários, porque não tem ninguém por perto. Porém, há aqueles que se sentem sozinhos, porque se isolam das pessoas.
A solidão é um estado de espírito. Vimos que Elias abandonou seu moço e depois reclamou com Deus que estava sozinho. Às vezes, podemos estar rodeados de pessoas e ainda assim nos sentirmos sós. 

O solitário se isola para não se machucar. Seu instinto de autopreservação faz com que ele só se preocupe com ele próprio. O introspectivo reprime seus sentimentos para não ter que expor as fraquezas. Quando o solitário se fecha para as pessoas, acaba se tornando prisioneiro de si mesmo.

Desde que criou o homem, Deus disse que não era bom que ele vivesse só (Gênesis 2:18). Somos seres relacionais. Fomos criados para ter relacionamento com Deus. O isolamento e a solidão causam depressão.
Deus quer compartilhar de nossa vida. Ele é nosso melhor amigo. Ele está sempre conosco. Ele chega a garantir que se nossa mãe e nosso pai nos desamparassem, Ele nos acolheria (Salmos 27:10).

Davi enfrentou a solidão. Ele estava fugindo do rei Saul, que queria lhe matar. Davi havia vencido inimigos e ajudado o povo de Israel, mas ainda assim Saul teve ciúmes de sua performance. 

Davi acabou se isolando em uma caverna. Ele sentia-se incompreendido por tudo e todos. Provavelmente, ele achava que era o único a sentir-se daquela maneira, porque Saul lhe perseguia de forma pessoal. 

Primeiro, Deus trouxe sua família para lhe oferecer apoio. Depois, Ele trouxe para perto de Davi todos os homens que se achavam em aperto, endividados e amargurados de espírito. Agora, Davi não tinha motivo para se sentir só. Aquelas pessoas o entendiam. Ele então se fez chefe deles. Esses se tornaram o famoso exército de “valentes de Davi”. 

Depois disso, o profeta disse a Davi que ele deveria sair do lugar seguro. Davi saiu da caverna, abandonou a terra de fuga e chegou a um bosque, um lugar perigoso. Mas agora ele não estava sozinho, ele tinha um exército para combater junto com ele!
Nunca devemos achar que estamos sozinhos ou que ninguém nos entende. 1 Pedro 5:9 afirma que nossa irmandade está passando pelos mesmos sofrimentos que nós. 

Deus pode transformar nossa dor em testemunho. Nosso ministério é mais poderoso quando temos experiência no que pregamos. Temos mais compaixão daqueles que estão na mesma condição que estávamos. As pessoas estarão mais dispostas a dar ouvidos se puderem se identificar conosco. Deus nos dá autoridade para liderar outros para alcançar a vitória que já obtivemos Nele.

Podemos ser a prova viva do poder de Deus ou da desgraça de Satanás. Entregue sua depressão a Deus e deixe que Ele seja glorificado!

Seja grato: A insatisfação revela a ingratidão em nosso coração

A insatisfação é outro sentimento que causa depressão. Quando vivemos descontentes com nosso corpo, com nosso emprego, com nossa casa, com nossos bens, a depressão nos invade.

Não é a falta de coisas materiais que nos entristece. A maioria de nós tem mais do que consegue armazenar. O problema é achar que a felicidade encontra-se no próximo item da nossa lista. 

A insatisfação revela a ingratidão em nosso coração. Não conseguimos ser gratos com aquilo que temos, se sempre há algo novo de que precisamos para sermos felizes.

Não podemos extrair nosso valor do “ter”. Nosso valor deve estar no “ser”. Especialmente, em quem somos em Cristo. Se esperamos que a próxima viagem, o próximo celular, a próxima roupa de grife nos faça importantes, nunca seremos plenamente realizados. 

O significado de nossa existência está em Deus. Mas a maioria de nós usa Deus para obter bens materiais. Quando Ele não traz a bênção que pedimos, nos sentimos rejeitados. 

O Senhor sabe daquilo de que precisamos. Se Ele ainda não lhe deu, é porque não é o melhor para você ou porque você ainda não está maduro suficiente para suportá-lo agora. 

Para sermos plenamente satisfeitos, precisamos estar seguros de quem somos e de nosso propósito. Quando confiamos que Deus não deixará de nos dar o melhor, não precisamos nos comparar aos outros. 

O homem mais insatisfeito da Bíblia foi Salomão. Ele foi o homem mais sábio e rico da Terra. Ele teve tudo o que desejou. Ainda assim, ele foi o mais deprimido. 

Salomão viu que a busca por sucesso, prosperidade, romances, conhecimento, trabalho, possessões é inútil, porque tudo é passageiro. Nada tem a capacidade de preencher nossos anseios.

O livro de Eclesiastes é uma boa leitura quando estamos deprimidos. Ele faz todas as perguntas existenciais que gostaríamos de fazer a Deus. O resumo do que Salomão aprendeu foi: “Nada há melhor para o homem do que comer, beber e fazer que a sua alma goze o bem do seu trabalho. No entanto, vi também que isto vem da mão de Deus.” (Eclesiastes 2:24). 

Apenas Deus pode nos dar a satisfação. A bênção de Deus não é somente obter algo, mas poder desfrutar daquilo que recebemos. Em tudo que Deus nos dá há sentido e significado. Às vezes, nem precisamos de bens materiais, mas é maravilhoso saber que Deus se importa conosco, para suprir as menores necessidades. 

Não se esgote tentando alcançar a satisfação nesse mundo. Apresente a Deus suas necessidades. É mais gratificante ser agraciado por Deus do que se esgotar para adquirir coisas descartáveis. 

Alinhe a sua vida ao seu proposito, esteja no centro da vontade de Deus

Há alguns anos, eu sentia que meus dias eram uma perda de tempo. Hoje, sinto que não há tempo a perder! 
Tudo mudou depois que venci o terceiro tipo de depressão. Esse não decorria de minhas circunstâncias nem de minha mente, mas do descompasso entre minha vida e meu propósito.

Essa depressão não é ruim. Pior do que ela é achar que está tudo bem, sem perceber que está tudo errado. Enquanto estamos acomodados, não vamos querer mudar para melhor! Enquanto estivermos em nossa zona de conforto, em um emprego burocrático, com um salário certo e a garantia de uma aposentadoria estável, nunca vamos fazer a diferença na Terra.

Quando nascemos, Deus colocou um propósito em nossa vida. Ainda que seus pais tenham engravidado por acidente, você não é um acidente para Deus. Se Ele não tivesse planejado seu nascimento, não teria lhe equipado com dons, talentos e habilidades para você cumprir sua missão de vida. Ele nos deu todos os recursos necessários e nos colocou no lugar certo e na hora certa para fazermos a obra.

Às vezes, o que sonhamos não sai exatamente da maneira como planejamos. Acabamos em um emprego que não nos satisfaz, nos sentindo como mais uma engenhoca de uma máquina que estava funcionando antes de nascermos e que continuará funcionando depois que morrermos.

A vida só ganha real significado quando voltamos ao projeto inicial de Deus. Nele, ninguém é capaz de nos substituir. Porém, muitos acabam se apegando à segurança do dinheiro e nunca cumprem o propósito que Deus planejou para suas vidas. Eles escondem e enterram seus talentos. Quando se aposentam, a vida perde o sentido e caem em depressão.

Deus não chamou os perfeitos, Ele chama os disponíveis! Se fomos feitos para viver um tipo de vida, mas nos deparamos com outra realidade, isso nos abate. Esse conflito entre “a vida como ela é” e “a vida que deveria ser” nos faz infelizes. Essa tristeza é o sinal de que aquela não é nossa vocação.

Não é um aviso para largarmos tudo e desistirmos de viver. É para abandonar a vida medíocre e passar a viver em abundância. 
A vida de José fugiu completamente da visão que ele teve quando jovem.

Mas Deus usou exatamente as coisas que iriam destruí-lo para fazer com que Seu propósito fosse cumprido! O Senhor não desperdiça nem o mal que foi feito contra você. Ele o utiliza como uma peça do grande quebra-cabeça do plano de Deus. Para nós, parece um papel rasgado. Deus vê a gravura final.

Só o cumprimento de nosso propósito nos dá satisfação plena. Nosso chamado nos motiva a trabalhar. Até as demais áreas de nossa vida começam a se moldar ao plano de Deus. A vida ganha sentido!

Se Deus é por nós quem será contra nós

Por muito tempo, sentia como se uma arma estivesse constantemente apontada para as minhas costas. Hoje entendo que me sentia rendida à depressão. Mas está na hora de começarmos a virar o jogo e apontar a arma de volta para o inimigo! Seja ativo quando a depressão vier contra você!

A depressão é um aviso de que as coisas estão ruins e que não vamos suportá-las enquanto elas continuarem dessa maneira. Ouvi dizer que o suicídio não é um clamor pela morte, mas um clamor pela vida. O suicida quer viver, mas ele considera que aquilo que ele está vivendo não é vida. 

Pode ser que o motivo de sua depressão seja que você está lutando contra Deus, porque você tem um sonho para sua vida e Ele tem outro. Mas Ele conhece o que nos traz verdadeira satisfação, porque Ele nos criou para cumprir uma missão. É isso que preenche, sacia e dá gosto à nossa vida. Nem a realização de nossos sonhos pode trazer mais alegria do que o centro da vontade de Deus.

Se você está vivendo esse descompasso entre sua vida e sua realidade, busque a Deus e peça que Ele lhe revele qual o Seu propósito para você. Renda-se ao Seu plano. Deus irá lhe tirar da zona de conforto, mas Ele traz uma alegria indizível como recompensa. Sem contar na realização que você sentirá quando vir o resultado da colheita! 

É muito mais prazeroso edificar algo do que apenas cumprir tarefas. Enquanto relutamos por abdicar o controle de nossas vidas e fazer o que Deus nos chamou para fazer, viveremos miseráveis até chegarmos ao nosso limite. Às vezes, precisamos estar bastante infelizes fora da vontade de Deus para estarmos dispostos a abandonar tudo e segui-lo. É quando encontramos a satisfação plena. 

Minha oração é que esse artigo não tenha apenas lhe ajudado a se erguer do poço de depressão, mas a encontrar uma vida plenamente realizada. Caso tenha acontecido, não deixe de relatar seu testemunho no blog:

Suas palavras podem encorajar outros e ajudá-los em suas próprias batalhas. Seus pedidos de oração também são bem-vindos. Vamos juntos reverter a maldição de Satanás e convertê-la em glória para Deus e bênção para as pessoas!

Não esqueça de comentar, nos seguir em nossas redes sociais e compartilhar em seus grupos e com os seus amigos...

Lhe desejamos Graça e Paz

Artigo Princípios Bíblicos

Dízimo e oferta: uma reflexão sincera sobre o assunto e a sua importância

Ansiedade: 7 coisas que a Palavra de Deus nos diz para sermos curados

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


10 Comentários

Para ser um cristão que segue a palavra de Deus é preciso Ler a Bíblia. Isso reque esforço, estudo.

Assista Uma Aula Gratuita do Curso Interpretação Bíblica

Assista Uma Aula Gratuita do Curso Interpretação Bíblica

Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem-sucedido. (Josué 1:8)

Acesso Imediato